Nessa semana, mais exatamente na sexta-feira (29), completará 7 anos de um dos dias mais revoltantes da história da educação pública do Paraná. O Massacre de 29 de Abril, que aconteceu em 2015, ainda no governo de Beto Richa, foi humilhante e sangrento. Servidoras e servidores do estado estavam reivindicando o cumprimento de seus direitos e o que receberam, ao invés do diálogo proposto, foram balas de borracha, gás, spray de pimenta e cassetetes. Não esqueceremos esse dia. Jamais!


Os anos se passaram, o governo mudou, mas a humilhação continua: Ratinho Jr. deve 35,5% de reposição da inflação. Não queremos nada mais do que nossos direitos.


Por isso, junte-se à nós. Nessa semana, iremos enviar 17 docentes da UEM para a manifestação que acontecerá em Curitiba, no dia 29. Se você tiver interesse e disponibilidade, entre em contato com a Sesduem e some-se a essa força. Clique aqui e saiba mais.

Clique na imagem, salve e compartilhe nas suas redes sociais!

Comentários

comentários