Reunidos em assembleia no dia 14/06/17 os docentes deliberaram por unanimidade paralisar as atividades na UEM no dia 20/06/17 e também aderir à Greve Geral Nacional do dia 30/06/2017, contra a reforma Trabalhista e a reforma da Previdência.

ABRAÇO COLETIVO EM PROL DA REITORIA DA UEM

ABRAÇO COLETIVO EM PROL DA REITORIA DA UEM

A paralisação do dia 20/06 foi encaminhada pelo Comitê em Defesa do Ensino Superior Público do Paraná contra a implantação do Meta 4 nas IEES e as últimas propostas feitas pelo Governo de Beto Richa para resolver o impasse criado com o bloqueio dos recursos da UEM, UEL e UNIOESTE. Em 06 de junho/17 o Governo propôs aos reitores o seguinte acordo: I) o Governo agilizaria a tramitação na ALEP do projeto de lei proposto pela SETI que assegura o TIDE como regime de trabalho na carreira docente; II) o Governo suspenderia imediatamente os bloqueios (contingenciamentos) dos recursos financeiros da UEM, UEL e UNIOESTE; III) o Governo propõe a criação de um grupo de trabalho para discutir um modelo de autonomia universitária, no prazo de 90 dias, com a participação das comunidades universitárias; IV) Durante o período desses 90 dias, o Governo suspenderia a inclusão das universidades no Sistema de Recursos Humanos – RH Meta 4. Para tanto, o Governo condicionou que as universidades que ainda não encaminharam os dossiês com as informações para a implantação do Meta 4 assim o façam.

Em reunião para expor tal proposta do Governo ao Comitê, no dia 12/06/17, o secretário da SETI João Carlos Gomes e o Deputado Romanelli foram indagados sobre a importância de se retirar o condicionamento do envio de tais dossiês. O Comitê deixou claro que, estando o Governo disposto a discutir o modelo de autonomia, não faz sentido que os dossiês para implantação do Meta 4 sejam enviados. Além do mais, não existe confiança de que o Governo Beto Richa, estando de posse dos dossiês, não implantaria o Meta 4 quanto quiser. Outro aspecto levantado pelo Comitê é que a proposta do Governo atrela a reafirmação do TIDE docente como regime de trabalho, que trata da carreira docente, ao Meta 4, que é assunto administrativo nas IEES. Tanto Romanelli quanto João Carlos disseram que não há possibilidade de retirada do condicionante da proposta. Para os membros do Comitê tal proposta não passa de uma chantagem. Sendo assim, no dia 20/06 todas as IEES do Paraná estarão mobilizadas contra a implantação do Meta 4 e a proposta do Governo Beto Richa. UEM, UEL, UNIOESTE, UEPG estarão paralisadas.

Na UEM haverá Assembleia Sindical e Associativa com participação da SESDUEM, SINTEEMAR, AFUEM E ADUEM a partir das 8hs no RU, com a seguinte pauta: 1 – Contra os ataques do Governo Beto Richa; 2 – Data-base já; 3 – Em defesa da Autonomia Universitária (Art.207 da Constituição Federal); 4 – Não ao Meta 4; 5 – Tide Docente. Das 9h30 às 10h30 – Debate referente aos assuntos da Assembleia e às 11 horas – Panfletagem na Avenida Colombo.
Participem! Vamos fazer um dia forte de mobilização e mostrar para o Governo Beto Richa que não aceitaremos barganha e chantagem. Pela autonomia e não ao Meta 4!