A SESDUEM repudia veementemente o assassinato brutal com conotação política do companheiro Marcelo Arruda, guarda municipal do município de Foz do Iguaçu e filiado ao PT (Partido dos Trabalhadores).

Marcelo foi morto a tiros à queima roupa de forma covarde pelo agente penitenciário federal Jorge José da Rocha Guaranho apoiador do atual governo Bolsonaro. Marcelo era diretor do Sindicato dos Servidores Públicos e tesoureiro do diretório municipal do Partido dos Trabalhadores. Deixa a esposa e quatro filhos, entre eles um bebê de 1 mês.

Marcelo é mais uma vítima da intolerância política e violência que mergulhou o Brasil.

A SESDUEM se solidariza com os familiares e companheiros de luta de Marcelo.

#MarceloPresente

Comentários

comentários