O Comitê Estadual em Defesa do Ensino Superior Público do Paraná se reuniu na SETI com o Secretário de Ciência e Tecnologia e Ensino Superior Professor João Carlos Gomes e com o líder do governo na ALEP, Deputado Luiz Claudio Romanelli, para ouvir a proposta apresentada pelo governo na semana passada aos sete reitores das IEES paranaenses e que teriam o objetivo de resolver os impasses criados pelo contingenciamento dos recursos de custeio, pela pressão do governo para incluir cinco universidades no sistema RHMETA4 e o questionamento do TIDE docente como regime de trabalho.

As entidades sindicais do Comitê questionaram, unanimemente, a inconveniência do critério colocado pelo governo para encaminhar uma saída, pois, a entrega dos documentos que ainda faltam para integrar as IEES no sistema RHMETA4, como condição para estabelecimento de um Grupo de Trabalho para estudar a “Autonomia Universitária” significa abdicar da autonomia universitária, não fazendo sentido a elaboração de qualquer projeto nestas condições.

O Comitê também entende que o TIDE docente não pode ser mais uma condição para discutir a autonomia universitária, uma vez que se trata da carreira, não tendo relação direta com a autonomia universitária.

O Comitê se coloca aberto e disposto a dialogar com o governo do Estado para solucionar o impasse desde que estes empecilhos sejam removidos.
Curitiba, 12 de junho de 2017